Índice

Artigos recentes

Nos media

Venezuela: Jovens promove...

Venezuela: Associão de jo...

O Atlas das Migrações - L...

Eleições municipais em To...

Luso-descendente eleita M...

Notícia Lusa - Comunidade...

Conferência de imprensa

COMUNICADO DE IMPRENSA

Fórum

Participe nas nossas conversações na Facebook. Agora: "Erasmus em Lisboa" Partilhe a sua experiência ou visão

Contacte-nos

Geral: geral@old.pt
Newsletter: newsletter@old.pt
Publicidade: anunciar@old.pt
Quarta-feira, 12 de Janeiro de 2011

Nos media

O Observatório dos luso-descendentes nos media

 

Media nacionais

 

Jornal i - 17/12/2010

Os avós levaram malas de cartão. Os netos trazem diplomas

No contexto do Dia Internacional do Migrante, o 18  de Outubro de 2010, o Jornal i foi conhecer luso-descendentes em Portugal.

Antena 1 - 7 de Outubro de 2010

Jorge Afonso: Conversa com Emmanuelle Afonso, Presidente do Observatório dos luso-descendentes, Magda Fonseca e Jean Gomes, membros da Direcção do Observatório dos luso-descendentes

 

RTP2 - 2 de Outubro de 2010

Notícias de Portugal: Entrevista a Emmanuelle Afonso, Presidente do Observatório dos luso-descendentes (16'25'')

 

Público -30 Setembro de 2010

Recenseamento

Census 2011 para luso-descendentes

Correio do Minho - 29 de Setembro de 2010

Comunidades: Observatório dos Luso-descendentes quer incluir perguntas no Census 2011

 

Observatório da Emigração - 29 de Setembro de 2010

Comunidades: Observatório dos Luso-descendentes quer incluir perguntas no Census 2011


Nos paises da diáspora


Semanário Contacto (Luxemburgo) - 1 de Outubro de 2010

Comunidades: Observatório dos luso-descendentes já tem blogue

 

Luso-Jornal (França) - 29 de Setembro de 2010

António Braga anunciado na apresentação oficial do Observatório dos Lusodescendentes em  Lisboa (página 5)

 

Portugal em Nantes (França) - 29 de Setembro de 2010

Comunidades: Criação de Observatório dos Luso-descendentes é “initiativa oportuna” - Embaixador de França

Bomdia News (Luxemburgo) - 29 de Setembro de 2010

É hoje apresentado o Observatório dos Luso-descendentes

 

 

Nascimento do Observatório dos luso-descendentes, 10 de Junho 2010

 

http://triplov.com/triplo2/2010/09/29/lusojornal-n%C2%B0004-serie-ii-de-29-de-setembro-de-2010/

O Século de Joanesburgo (África do Sul) - 14 de Junho de 2010

Criada Associação para apoiar luso-descendentes que voltam ou querem vínculo a Portugal

 

Contacto E.U.A New Jersey (Estados Únidos) - 8 de Junho de 2010

Comunidades: Associação nasce no 10 de Junho para apoiar luso-descendentes que voltam ou querem vínculo a Portugal

publicado por OLD às 23:25
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 29 de Novembro de 2010

Venezuela: Jovens promovem agenda de cooperação bilateral que aproveite potencial dos luso-descendentes

Caracas, Venezuela 22/11/2010 20:04 (LUSA)

Caracas, 22 nov (Lusa) Os 150 jovens que durante três dias
participaram no 1 Encontro Nacional de Luso-descendentes da Venezuela
vão promover uma agenda de cooperação bilateral que aproveite o
potencial dos filhos de portugueses radicados no país.

Promover uma agenda de cooperação bilateral específica, que permita
aproveitar todo o potencial que encerram os jovens luso-descendentes,
enquanto pontes privilegiadas entre os dois países, explica a
Declaração de Caracas, documento com as concluses aprovadas pelos
participantes.

O documento sublinha ainda que essa promoção terá lugar mediante o
desenvolvimento de políticas e iniciativas que lhes inspirem uma visão
positiva da língua, cultura e história portuguesas, bem como dos
contributos que os portugueses têm dado para o desenvolvimento da
sociedade venezuelana.

Por outro lado comprometeram-se a incentivar entre os luso-descendentes
o associativismo juvenil, tanto ao nível nacional como regional, tendo
em vista uma maior organização, representatividade e influência,
constituindo, assim, uma verdadeira força promotora de desenvolvimento e
de dinámica cultural, social, económica e cívica.

Mas também em reconhecer o papel central da rede associativa nas
tomadas de posição coletivas ou úublicas, procurando um maior
envolvimento e participação dos jovens nas associações e clubes já
existentes na comunidade portuguesa, através da promoção de iniciativas
voltadas para a juventude e incentivando uma visão renovada das ligações
tradicionais a Portugal e língua e cultura portuguesa.

Os jovens pretendem ainda reforçar a difusão e aprendizagem da língua
portuguesa, instrumento de comunicação por excelência, mas também uma
garantia fundamental de identidade num mundo progressivamente global e
competitivo, que assume uma cada vez maior dimensão política e
relevância econômica.

Por outro lado vão fomentar a divulgação dos jovens luso-descendentes,
das oportunidades de estudo, estágio e trabalho em Portugal, bem como
das potencialidades portuguesas ao nível económico e empresarial e
principais áreas de negócio com a Venezuela.

O 1. Encontro Nacional de Jovens Luso-descendentes da Venezuela, foi
uma iniciativa da Embaixada e do Consulado de Portugal, em conjunto com
a Associação de Jovens Luso-descendentes e o grupo do Facebook Filhos de
Portuguesas Nascidos na Venezuela, que contou com a participação de 150
jovens, 80 da Grande Caracas (capital e Estados de Miranda e Vargas) e
70 de outros Estados do país.

FPG

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Lusa/Fim

publicado por OLD às 00:08
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 28 de Novembro de 2010

Venezuela: Associão de jovens luso-descendentes expande-se criando 14 novos núcleos em diferentes regiões (Fonte: Lusa)

Caracas, Venezuela 22/11/2010 19:28 (LUSA)

 

Sediada em Caracas a Associão de Jovens Luso-descendentes da Venezuela (Asoludeven), vai passar a ter representatividade nacional, expandindo-se com a criação de 14 novos núcleos juvenis em diferentes Estados venezuelanos.

 

O anúncio foi feito durante o 1. Encontro Nacional de Jovens Luso-descendentes da Venezuela, uma iniciativa da Embaixada e do Consulado de Portugal em conjunto com a Associação de Jovens Luso-descendentes e o grupo do Facebook Filhos de Portuguesas Nascidos na Venezuela, que reuniu 150 luso-descendentes.

 

Para avançar com a criação dos núcleos, a Asoludeven designou 23 novos jovens para diretores para essas regiões, que deverão criar uma base de dados dos luso-descendentes em cada dessas zonas.

 

Segundo dados a que a Agência Lusa teve acesso estes novos núcleos vão ser criados nos Estados de Bolívar, Barinas, Lara, Anzoátegui, Falcón, Aragua, Carabobo, Trujillo, Zulia, Mérida, Táchira, Nueva Esparta, Vargas e Miranda.

 

A Asoludeven foi fundada em junho de 2000, por um grupo de jovens que participaram, em Lisboa, no II Encontro de Luso-descendentes.

 

FPG

 

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico *** Lusa/Fim

publicado por OLD às 23:56
link do post | comentar | favorito
Domingo, 31 de Outubro de 2010

O Atlas das Migrações - Lançamento no dia 11 de Novembro

O Atlas das Migrações será lançado no dia 11 de Novembro de 2010, durante o Colóquio Migrações, minorias e diversidade

cultural.

 

O livro resulta de um projecto realizado no Centro de Investigação e Estudos em Sociologia do ISCTE-IUL, promovido e financiado pela Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República e pela Fundação Calouste Gulbenkian.

 

 

Entrevista do coordenador, o sociólogo e investigador Rui Pena Pires, no site da Gulbenkian.

  

O Colóquio Migrações, minorias e diversidade cultural irá decorrer na Fundação Calouste Gulbenkian em Lisboa no mesmo dia, 11 de Novembro. Em destaque estará a actual diáspora portuguesa. Serão debatidas as tendências, oportunidades e desafios

da movimentação dos portugueses no futuro.

publicado por OLD às 15:28
link do post | comentar | favorito

Eleições municipais em Toronto (Canadá): Ana Bailão e mais seis portugueses eleitos

No passado dia 25 de Outubro decorreram em Toronto as eleições municipais para eleger os presidentes de câmara, vereadores e administradores das direcções escolares na região para os próximos quatro anos. Eram 12 os candidatos portugueses e luso-descendentes a concorrerem a estas eleições.

Ana Bailão, luso-canadiana nascida em Alenquer, foi eleita vereadora pelo 18º círculo do bairro de Davenport, que conta com uma grande comunidade portuguesa, com 43,76% dos votos.

Em declarações à agência Lusa, a luso-canadiana que imigrou com os pais para o Canadá quando tinha 15 anos, prometeu trabalhar para "envolver cada vez mais os portugueses na vida comunitária".

A recém eleita era colaboradora do actualmente deputado no Parlamento federal canadiano, em Otava, Mário Silva que tinha por sua vez integrado o elenco municipal entre 1984 e 2003. Foi presidente da Associação Académica dos estudantes portugueses da Universidade de Toronto, foi a fundadora da TUNA Académica do Canadá, e fundadora e presidente da Juventude Socialista no Canadá.

 

Para além de Ana Bailão foram eleitos mais seis portugueses para cargos na província de Ontário.

 

Ficam aqui expressos os nossos parabéns e votos de muito sucesso nesta nova aventura aos eleitos lusos!

 

co

publicado por OLD às 14:15
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 29 de Outubro de 2010

Luso-descendente eleita Miss Venezuela 2010 - JN

 

A luso-descendente Vanessa Andrea Gonçalves Gómez foi hoje, sexta-feira, coroada como Miss Venezuela 2010, no principal concurso de beleza venezuelano, devendo agora representar o país na gala de Miss Universo 2011.
Parabéns Vanessa Gonçalves!
Mais informações no Sapo
publicado por OLD às 15:40
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 30 de Setembro de 2010

Notícia Lusa - Comunidades: Observatório dos Luso-descendentes quer incluir perguntas no Census 2011

Comunidades: Observatório dos Luso-descendentes quer incluir perguntas no Census 2011 (C/ÁUDIO)


Lisboa, 29 set (Lusa) - A presidente do Observatório dos Luso-descendentes, Emmanuelle Afonso, quer que o Census 2011 inclua perguntas específicas para se determinar quantos filhos de portugueses no estrangeiro estão a residir em Portugal.


“Não existem dados de quantos luso-descendentes estão a voltar. Para ter esses dados, existe uma boleia fantástica que é o Census 2011 e queremos muito convencer os responsáveis a deixarem-nos incluir duas ou três perguntas estratégicas para conseguir essa informação, quantitativa e qualitativa ao mesmo tempo”, disse a responsável.


Emmanuelle Afonso falava à Agência Lusa à margem da apresentação pública do Observatório dos Luso-descendentes, que hoje decorreu em Lisboa.


Criado simbolicamente a 10 de junho, Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, o Observatório foi pensado por cerca de 50 luso-descendentes de segunda geração, maioritariamente de França.


“A associação tem como fim identificar, unir, representar e apoiar os filhos de portugueses nascidos no estrangeiro que optem por regressar a Portugal ou que a residir na diáspora queiram manter uma ligação com o país das suas origens”, referiu a presidente.


Classificando-o como um “movimento de cidadania positiva”, Emmanuelle Afonso disse ainda que outro dos objetivos do Observatório é o de criar um Centro de Estudos sobre luso-descendentes para gerar conhecimento sobre os filhos de portugueses no estrangeiro.

Resolver problemas com a aprendizagem da língua portuguesa e com questões relacionadas com a Lei da Nacionalidade, com equivalências académicas e com a compra de casa são outras das prioridades do Observatório.


Hoje vai ser também lançado o blog do Observatório dos Luso-descendentes, que já tem também página no Facebook e no Twitter.


Presentes na apresentação do Observatório estiveram o embaixador de França em Portugal, Pascal Teixeira da Silva, o futuro embaixador do Luxemburgo em Portugal, Paul Schmit, e a segunda secretária da Embaixada da Alemanha em Portugal, Antje Homberg, todos luso-descendentes.


A secretária de Estado para a Igualdade, Elza Pais, o deputado e antigo secretário de Estado das Comunidades, José Lello, e o deputado do PSD Duarte Pacheco estiveram também presentes.

MCL.


*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Lusa/fim

publicado por OLD às 15:46
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 28 de Setembro de 2010

Conferência de imprensa

O Observatório dos Lusodescendentes vai ser oficialmente apresentado em conferência de imprensa no Hotel Sofitel em Lisboa no próximo dia 29 de Setembro pelas 11h.
Estarão presentes o Secretário de Estado das Comunidades, Dr. António Braga, o Embaixador de França em Portugal, Pascal Teixeira da Silva, a Cônsul de França no Porto, Aude de Amorim (ambos luso-descendentes e apoiantes do OLD), um representante da Presidência da Republica, deputados e demais individualidades públicas. Contamos também com a presença de luso-descendentes para o lançamento desta organização privada, sem fins lucrativos, de cidadãos luso-descendentes.
O Observatório tem como missão identificar os cidadãos luso-descendentes no mundo e acompanhar o número e o perfil dos luso-descendentes ao longo dos anos. É também uma plataforma de união, de representação e de apoio aos cidadãos luso-descendentes que queiram manter uma ligação com outros cidadãos luso-descendentes.

Hotel Sofitel
Av. da Liberdade, 127

1250 Lisboa

Metro: Avenida
Estacionamento: Parque Restauradores

 

Aceda ao Comunicado de Imprensa

publicado por OLD às 18:30
link do post | comentar | favorito

COMUNICADO DE IMPRENSA

Na próxima Quarta-Feira, dia 29, às 11 horas no Hotel Sofitel, em conferência de Imprensa, será apresentado o Observatório dos Luso-Descendentes, para a divulgação dos seus principais objectivos. Este evento contará com a presença do Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, Dr António Braga, do Embaixador de França em Portugal, Pascal Teixeira da Silva, da Cônsul de França no Porto, Aude de Amorim (ambos Luso-Descendentes e apoiantes da OLD), do representante da Presidência da República, de Deputados e demais individualidades públicas e civis.

 

A associação é um movimento de cidadania positiva, de luso-descendentes para luso-descendentes, de Portugal para o resto do mundo, visando a passagem de testemunho às novas gerações, acerca da identidade e cultura portuguesas. É portanto um projecto inovador, já que existem inúmeras associações da sociedade civil (recreativas, culturais, religiosas, desportivas, folclóricas, de ensino da língua,...) nas várias comunidades da diáspora, mas nenhuma em Portugal que faça a ponte "de cá para lá".

O Observatório dos Luso-descendentes foi criado simbolicamente no dia de Portugal, de Camões e das Comunidades, a 10 de Junho de 2010, da iniciativa de  um grupo de luso-descendentes  que optaram por viver no país de origem dos seus pais. O projecto idealizado pelos fundadores da Associação, oriundos de vários países da Diáspora, nasceu da vontade de identificar, unir, representar e apoiar os filhos de portugueses nascidos no estrangeiro que optem por regressar a Portugal ou que, a residir fora, queiram manter uma ligação com o país das suas origens.

 

O Observatório dos Luso-descendentes teve a sua primeira Assembleia Geral, no passado dia 22 de Setembro, onde foram eleitos os membros da direcção, da Assembleia Geral e do conselho fiscal, assim como discutidos temas de interesse e um Plano de Actividades.  O Observatório dos Luso-descendentes tem como principais objectivos auxiliar e representar uma comunidade de que pouco se conhece, mas que é estimada em milhões de indivíduos. O apartidarismo garante aos fundadores do Observatório, autonomia para levar a cabo projectos de natureza diversificada, com resultados que beneficiarão a comunidade de luso-descendentes em Portugal e no estrangeiro e a produção de conhecimento sobre, e para, a comunidade em causa.

Um centro de estudos sobre os luso-descendentes será criado, fortemente baseado em estatísticas e produção científica. O contacto com universidades e institutos espalhados pelo mundo será um dos pilares da produção de conhecimento. Um portal na Internet, que concentrará informações pertinentes àqueles que desejam obter informações sobre Portugal, de aspectos burocráticos a aspectos culturais, está a ser construído. A informação, em seu sentido mais amplo, será o elo de ligação entre o Observatório LD e os luso-descendentes espalhados pelo mundo.

 

 

Lisboa, 24 de Setembro de 2010

 

 

 

Para mais informação contacte: Emmanuelle AFONSO (luso-francesa) -Tlm: 964 325 503

 

Facebook:   http://www.facebook.com/pages/Observatorio-dos-Luso-Descendentes/125432727509561
Twitter:     www.twitter.com/observatorioLD

publicado por OLD às 18:23
link do post | comentar | favorito

OLD

Sala de imprensa

Informações para os media

Falam de nos

Nos media

Secções

aniversário

cidadania

comemoração

concurso

cultura

diáspora luso-descendente

negócio

old

prémio

viver em portugal

todas as tags

Agenda

22/09/2010
Primeira Assembleia Geral

29/09/2010
Cerimónia de apresentação do Observatório

11/11/2010
O Atlas das Migrações - Lançamento

14/12/2010
Reunião Geral

pesquisar

 

Sítios recomendados

Parceiros

Sofitel Lisbon Liberdade M76 Centro de Escritórios do Chiado

Apoiantes do Observatório

Mário Soares
Manuela Aguiar
Pascal Teixeira da Silva, Embaixador da França em Lisboa
blogs SAPO

subscrever feeds